Demétrius, ídolo da Jovem Guarda, morre aos 76 anos em São Paulo

Demétrius, ídolo da Jovem Guarda nos anos 1960, morreu nesta segunda-feira (11), em São Paulo. O cantor e compositor de 76 anos fez sucesso com a canção O Ritmo da Chuva — versão de Rhythm of the Rain, do grupo americano The Cascades. A informação foi confirmada ao R7 pelo cantor e amigo, Claudio Fontana.

— Ele estava meio adoentado, tinha sido internado há três dias. O nosso amigo faleceu com infecção generalizada. O filho dele está vindo dos Estados Unidos.

O velório será nesta terça-feira (12), às 18h, no cemitério Gethsêmani, no Morumbi, na Zona Sul da capital. O enterro está previsto para 9h desta quarta (13) no mesmo local.

Biografia

Demétrius nasceu em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, em 1942. Aos seis meses de vida se mudou com seus pais para São Paulo. Seus ídolos na adolescência e juventude foram Elvis Presley, Cauby Peixoto, Ângela Maria e Tito Madi.

Quando surgiu o movimento Jovem Guarda, Demétrius gravou a música ‘Não Presto Mas Te Amo’, de autoria de Roberto Carlos, que alcançou as paradas de sucesso de todo o Brasil.

Em 1961, gravou outros sucessos com a gravadora Continental, entre eles ‘A bruxa’ (Baby Santiago), e em 1964, cantou ‘Ritmo da Chuva’ (Rhythm of the Rain, de John Gummoe). Quando mudou para gravadora a RCA em 1965, lançou ‘Ternura’, sua versão para ‘Somehow it Got to Be Tomorrow Today’ (Estelle Levitt).

Fontes: R7/G1.

 

 

Comentários

Captha *