Prefeitura começa a chamada dos classificados na Frente de Trabalho

O Programa Emergencial de Auxílio Desemprego, o Pead Frente de Trabalho, desenvolvido pelo governo do Estado de São Paulo para pessoas desempregadas, disponibilizou 25 vagas para a cidade de Batatais.

As pessoas interessadas se inscreveram, sendo que a maioria dos classificados já assinaram os contratos dia 17 de outubro.

O projeto oferece bolsa-auxílio de R$ 210, além de uma cesta básica de R$ 86 e seguro de acidentes pessoais em troca de trabalho e participação em curso de qualificação profissional.

Cada bolsista pode ser atendido pelo programa durante seis meses, prorrogáveis por mais três. Estão sendo atendidas pessoas com mais de 17 anos, que residem em Batatais há mais de dois anos, desempregadas há pelo menos um ano e que não estão recebendo seguro-desemprego ou outro auxílio assistencial.

Entre as atividades que os selecionados desempenham por meio do Programa estão limpeza, conservação e manutenção de espaços públicos, com carga horária de até seis horas por dia, em quatro dias da semana.

O quinto dia é reservado para a participação em um curso de qualificação profissional.

Em Batatais os participantes estão sendo direcionados para as áreas de educação, assistência social e obras. “Já temos 11 integrantes da Frente de Trabalho ajudando na Educação.

Eles estão auxiliando no apoio das atividades escolares. Uma parceria entre Estado e Município que vem dando certo”, informou o Secretário Victor Hugo Junqueira.

O projeto implementado pelo governo do Estado é um programa emergencial de auxílio-desemprego que tem o objetivo de proporcionar, além de qualificação profissional, renda.

Fonte: Prefeitura de Batatais

Comentários

Captha *