Prefeitura de Ribeirão Preto adia volta às aulas presenciais na rede municipal para 1º de março

Anunciada para segunda-feira (8), a volta às aulas presenciais no ensino fundamental da rede municipal de Ribeirão Preto (SP) passou para o dia 1º de março, segundo comunicado da Secretaria Municipal da Educação na manhã desta quinta-feira (4). O retorno permanece opcional e a data é a mesma prevista para a volta do ensino infantil.

De acordo com a pasta, a mudança no calendário foi tomada em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde e o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) em virtude da situação da pandemia de Covid-19 na região de Ribeirão Preto, que está na fase vermelha e mais restritiva do Plano São Paulo.

As aulas presenciais do Ensino Fundamental da rede municipal, previstas para retornar na próxima segunda-feira, dia 8 de fevereiro, serão adiadas para o dia 1º de março e começarão junto com a Educação Infantil.

“A prioridade do governo municipal é a segurança de todos, mas também garantir a volta da rotina escolar dos estudantes, que já tiveram vários prejuízos no âmbito psicológico, cognitivo, físico e na aprendizagem”, informou o Executivo.

Segundo a Prefeitura, a mudança não afeta o cumprimento dos 200 dias letivos previstos em lei. Até o retorno, pais e professores poderão fazer sugestões à Secretaria de Educação sobre a volta, disse o Executivo.

Protocolo

Como Ribeirão Preto está na fase vermelha do Plano São Paulo, a volta será com 35% dos alunos na sala de aula, com revezamento ao longo dos dias da semana. Essa medida também é válida caso a cidade avance à fase laranja.

Os critérios para organização e quem volta às escolas no esquema de revezamento têm como base a ordem alfabética e estudantes do mesmo convívio social, como irmãos, por exemplo.

Nas fases vermelha e laranja, são três grupos de estudantes por sala de aula e, na fase amarela, são dois grupos que vão se intercalando ao longo da semana.

Em relação ao transporte escolar, a secretaria de Educação determinou que a ocupação dos 65 ônibus será reduzida a 50% e os alunos terão a temperatura aferida ao entrar no veículo.

Retomada das aulas presenciais na rede municipal de Ribeirão Preto

Fase do Plano SP Capacidade das salas
Vermelha 35%
Laranja 35%
Amarela 50%
Verde 100%
Azul 100%

Segundo a Prefeitura, as 110 escolas já receberam todos os equipamentos individuais de segurança para uso dos alunos, professores e funcionários, dentre eles máscara, face shiel, álcool em gel e termômetros.

“As unidades também realizaram várias adequações para receber os estudantes, como demarcações no solo, nos refeitórios, pátios, banheiros, adequações nas salas de aula com a disposição correta das carteiras para cumprir o distanciamento social, além de todo o planejamento pedagógico e o planejamento das rotinas diárias”, disse a nota da Prefeitura.

Ensino remoto

Como parte das aulas ainda permanecerá remota, o secretário de educação também anunciou que a Prefeitura comprou 23.108 chips para conexão de dados aos alunos que não têm estrutura em casa, 3.010 unidades para os professores e 110 unidades para as escolas.

Os conteúdos complementares também continuarão com transmissão pelo projeto Escola na TV, que é reproduzido na internet e na TV Câmara.

Fonte: G1

Foto: Sérgio Oliveira/EPTV