‘TREMIA MUITO E NÃO PARAVA’: RELATOS DE PASSAGEIROS DO BOEING 777 APÓS FOGO NO MOTOR

Cerca de 20 minutos após o voo 328 da United Airlines decolar no aeroporto de Denver com destino à capital havaiana Honolulu, Travis Loock escutou um forte estrondo, a exemplo dos demais 230 passageiros e 10 tripulantes a bordo. Ao contrário da maioria, no entanto, ele estava ao lado do motor da aeronave que falhou e pegou fogo no último sábado (20). A reação imediata foi fechar a persiana de sua janela para não olhar os destroços caindo.

“Houve um grande barulho, e é o tipo de som que você não quer ouvir quando está no avião. Imediatamente, fechei minha persiana e fiquei com muito medo de ver que o motor do meu lado estava faltando”, disse Loock à CNN. “Muitas pessoas não conseguiam ver o motor daquele lado, então eu estava um pouco mais assustado porque eu podia ver e sabia que não estava certo”, acrescentou.

 

Imagens do motor direito do avião Boeing 777 em chamas foram gravadas por Bob Brown, morador de Denver a bordo do voo junto com sua esposa. Segundo o Conselho Nacional de Segurança em Transportes dos Estados Unidos, duas pás do ventilador foram quebradas, e a maior parte do incêndio foi contida no próprio motor. O avião conseguiu retornar ao aeroporto e pousar em segurança. Ninguém ficou ferido.

“Eu e minha mulher olhamos um para o outro, demos as mãos e apenas desejamos ver nossos filhos de novo”, afirmou Brown à emissora local CBS. 

 
 

Mike Vena, que também viajava com a esposa, estava em um assento no meio da aeronave quando ouviu um barulho de explosão. Logo, ele sentiu o avião começar a tremer, o que durou cerca de 30 minutos até o pouso em segurança. Apesar da aflição, os passageiros mantiveram-se calmos.

“Não houve pânico entre a tripulação, não houve pânico entre os passageiros”, disse ele à CBS. “Eu só me preocupei com meus filhos porque eles não estão conosco, estão na escola, e estas são nossas primeiras férias sozinhos em 21 anos”, emendou.

Ao se deparar com o motor pegando fogo, Brett Guy lembrou-se de uma cena filme “Top Gun”, estrelado pelo ator americano Tom Cruise, em que o avião também falha. Sem saber o que pensar, esperou que tudo saísse bem como na ficção.

“Eu não sabia o que pensar. O avião estava tremendo muito. Não parava, e ninguém sabia de verdade o que estava acontecendo. De repente, você olha pela janela e vê aquilo”, contou à ABC News.

Destroços da aeronave causaram enorme estrago nas ruas e em propriedades no subúrbio de Denver. Um fragmento circular gigante caiu no quintal de uma casa e por pouco não atingiu sua estrutura. O dono da residência, Kirby Klements, disse que pensou que o trampolim de seu vizinho foi parar no seu terreno. Ao abrir a porta, se deu conta de que era o motor de um avião.

Fragmento circular do avião caiu em quintal de uma casa no subúrbio de Denver Foto: Broomfield Police Department
Fragmento circular do avião caiu em quintal de uma casa no subúrbio de Denver Foto: Broomfield Police Department

“A capota do motor acabou ficando bem aqui pendurada no galho da minha árvore. Ele desceu e pousou bem na carroceria do meu caminhão no canto da minha garagem. Caiu, pousou e terminou ali com minha esposa e eu sentados bem aqui dentro, pensando: ‘O que é isso?'”, disse à ABC.

Segundo relatos de outros moradores do bairro de Broomfield, quem passava pela região ouviu a explosão e avistou um “flash” de luz com fumaça no céu. Quem observou os destroços caindo conta que parecia inicialmente que eles estavam flutuando. Outros procuraram abrigo imediatamente.

Após o acidente, a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos ordenou neste domingo (21) a realização de inspeções extras em algumas aeronaves Boeing 777. O ocorrido resultou em uma série de suspensão de voos em aviões deste modelo ou que usem o mesmo motor, inclusive no Japão.

A companhia aérea United Airlines também disse que vai interromper voos com seus jatos Boeing 777. Ao todo, 24 aeronaves deixarão de operar “por precaução”, segundo a empresa.

Fonte: Época

Foto: Reprodução