SÃO PAULO – Sem Osvaldo, São Paulo busca novo atacante nos países vizinhos.  

A venda de Osvaldo para o Al Ahli, dos Emirados Árabes, já estava programada pela diretoria do São Paulo. Havia o entendimento de que o ciclo do atacante no clube do Morumbi já havia se encerrado, e de que ele poderia representar um reforço de caixa considerável neste início de ano – o São Paulo receberá do Al Ahli o equivalente a 1,8 milhão de euros (R$ 5,4 milhões), em duas parcelas, sendo a primeira à vista e a segunda em 180 dias.

Sem Osvaldo, e com o mercado nacional com boas opções e muito inflacionado, a diretoria do São Paulo busca um atacante de velocidade nos países vizinhos.

Alguns nomes já foram discutidos entre o vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e o gerente Gustavo Vieira de Oliveira.

Para não atrapalhar possíveis negociações, tudo é mantido em sigilo.

Certo mesmo é a necessidade de se agregar um atacante de beirada de campo ao elenco tricolor.

Jonathan Cafu, recém-contratado da Ponte Preta, chegou ao clube sob elogios de Muricy Ramalho, mas o treinador já deixou bem claro que precisa de mais um jogador com essas características.

Comentários

Captha *