Serrana, SP, começa a vacinar população idosa com dose de reforço da CoronaVac

A Prefeitura de Serrana (SP) e o Instituto Butantan começam a aplicar nesta segunda-feira (6) a dose adicional da CoronaVac em moradores com mais de 60 anos. A expectativa é que 1,5 mil pessoas recebam o reforço ao longo do dia. Ao todo, cinco mil doses foram doadas ao município pelo instituto para a nova etapa da campanha de imunização contra a Covid-19, que vai abranger toda a população idosa.

De acordo com o prefeito Léo Capitelli (MDB), todos os idosos que já completaram o esquema vacinal receberão o reforço, inclusive aqueles que tomaram as duas doses a menos de 180 dias. É que o Ministério da Saúde e o governo de São Paulo estipulam este intervalo mínimo para recebimento da dose adicional.

Ainda assim, Capitelli informou que a estratégia é segura e importante para frear o avanço da variante delta, que já infectou dois moradores da cidade. No início de 2020, moradores de Serrana foram voluntários do Projeto S, estudo clínico que demonstrou a eficácia da CoronaVac em uma população inteira.

Em junho, resultados apresentados pelo Butantan apontaram que casos sintomáticos da doença tiveram uma redução de 80% após as duas doses da vacina, além da queda de 95% no número de mortos na cidade em abril e recuo de 86% nas hospitalizações.

Agora, segundo o diretor do Butantan, Dimas Covas, esta etapa de imunização deve observar justamente a eventual manifestação de casos da variante delta.

“Serrana é um verdadeiro laboratório epidemiológico. Isso vai permitir o acompanhamento em relação a essa possível ameaça representada pela variante delta. Ela nos preocupa, sem dúvida nenhuma, e nós estamos tomando a medida para que o estudo inclusive responda em relação a essa variante.”

Como funciona a nova aplicação

Nesta segunda-feira, a vacinação acontece na escola municipal Maria Celina Walter de Assis, das 9h às 19h. Os moradores não precisam fazer o agendamento.

Durante a aplicação, a prefeitura realiza uma nova fase do inquérito epidemiológico com a aplicação de testes rápidos. Os moradores que tiverem resultado positivo para o coronavírus deverão fazer o teste RT/PCR, que aponta a infecção no organismo.

vacinação será suspensa na terça-feira (7) por causa do feriado da Independência do Brasil. A aplicação será retomada na quarta-feira (8) e acontecerá na Sala de Vacinas Municipal, que fica na Rua João Antônio Terçariol, 76.

De quarta a sexta-feira (10), a prefeitura promoverá um mutirão, das 16h30 às 20h, na Escola Municipal Maria Celina Walter de Assis.

Moradores que estiverem acamados podem receber a vacina em casa. A solicitação deve ser feita pelo número (16) 99741-8577. As doses para este grupo começam a ser aplicadas no dia 13 de setembro, segundo a prefeitura.

Fonte: G1

Foto: Geovana Alburquerque/Agência Saúde

Comentários

Captha *