Justiça condena Antonia Fontenelle por calúnia e difamação ao ligar Felipe Neto e o irmão à pedofilia

A atriz Antonia Fontenelle foi condenada pela Justiça a prestar serviços comunitários por um ano e 52 dias-multa pelos crimes de calúnia, difamação e injúria contra os irmãos Felipe e Luccas Neto.

Na ação movida pelos irmãos, são mencionados posts da youtuber em que ela associa falas dos influenciadores à erotização de crianças. Em uma das postagens, ela afirma: “estou julgando inadequada a atitude do teu irmão Luccas Neto pagando b****** numa garrafa de vidro”.

Outro post que consta na ação diz “se você acha normal dizer que vai introduzir um plug anal na seguidora menor de idade que segundo tua fala (contra fatos não há argumentos) tem sonhos eróticos contigo, se tu acha isso normal, algo me diz que o os órgãos defensores da criança e do adolescente, não vão achar”.

Em vídeo postado nas redes sociais, o influenciador comemorou a decisão e disse que “quando começaram com associações com pedofilia, não tenho nem palavras para descrever o que foi isso na minha vida”.

A decisão da Justiça afirma ainda que “nas postagens, além de fazer menção a fatos específicos, há expressa menção a pedofilia, chegando a ponto da querelada dizer ‘Pedofilia não tem graça’. Todos contra a erotização de crianças e adolescentes. #TodosContraPedofilia e a indagação ‘Podemos chamar isso de pedofilia a olhos nus?'”

Segundo a decisão, em outra postagem citada, Fontenelle complementa a acusação fazendo uso da expressão “se você se calar para isso é cúmplice”.

A Justiça discordou do argumento da defesa de que as postagens “possuíam a intenção única de provocar a discussão e a readequação dos conteúdos” produzidos pelos youtubers.

Fontenelle alega que no vídeo em que questiona se as falas não dariam margem à pedofilia, havia outros influencers além dos irmãos Neto.

“Para começar, nunca liguei nenhum dos dois à pedofilia, no vídeo tinha outros influenciadores, só os dois resolveram vestir a carapuça, transferiram isso em briga política me fazendo um assédio processual achando que assim me fariam pedir desculpas e deixar o caminho livre pra eles continuarem com a comunicação torta deles”, disse a atriz ao g1.

“Eu não temo a pressão deles, não cometi nenhum crime e vou provar isso. Estão contando vantagem antes da hora, é importante lembrar que estamos ainda na primeira instância. O pau ainda vai troar, eles podem vir quente que eu estou fervendo. Contra fatos não há argumentos”, completou.

Fonte: g1

Foto: Divulgação

Comentários

Captha *