Santos quer manter Robinho, mas diz não poder fazer investimento próprio

Para manter Robinho na Vila Belmiro depois de junho, quando termina o empréstimo do jogador cedido pelo Milan, o Santos terá que encontrar uma fórmula criativa.

O clube não tem qualquer possibilidade de fazer um investimento próprio para ampliar a permanência do atacante, seja por contrato semelhante ao atual ou em definitivo.

O diretor-executivo Dagoberto Santos confirma que já há uma negociação em andamento com os italianos, e que a diretoria alvinegra está otimista de que o jogador, que marcou dois gols na vitória por 3 a 0 sobre a Portuguesa, no domingo, continuará em Santos.

O dirigente, porém, diz que nem mesmo pelo principal ídolo da torcida será aberta exceção na política de austeridade da atual gestão.
– Vamos buscar um patrocinador, algo que permita a viabilidade do negócio. O caixa do Santos não permite (pagar para contratá-lo), não temos dinheiro para investimentos dessa ordem – afirmou o dirigente

 

Robinho fez dois gols e uma assistência contra a Portuguesa (Foto: Reginaldo Castro/ Agência Estado)

Robinho fez dois gols e uma assistência contra a Portuguesa (Foto: Reginaldo Castro/ Agência Estado)

Comentários

Captha *